sexta-feira, 6 de maio de 2016

MENSAGEM DO PROFESSOR

Olá a todos os alunos.
Tenham uma boa aventura através do tempo e do espaço e conheçam povos antigos e não se preocupem a vossa imaginação fará o resto.
Bom ano e saudações históricas
O que é a História?
É o estudo da vida dos homens no passado.
Como se faz a História?
Através dos vestígios deixados… (instrumento, construção, texto escrito...) A estes vestígios chamamos fontes históricas ou documentos históricos.
Como situar os acontecimentos no tempo?

Usando as datas, contadas na nossa civilização a partir do nascimento de Cristo.
Como situar os acontecimentos no espaço?
Recorrendo a mapas
A AVENTURA COMEÇA...
PARA QUE SERVE A HISTÓRIA?



QUESTIONÁRIO
 QUESTÕES:
 1. Estas atento nas aulas? Sim Não
 2. Participas nas aulas? Sim Não
 3. Costumas tirar apontamentos durante as aulas? Sim Não
 4. Costumas colocar dúvidas ao professor? Sim Não
 5. Fazes os trabalhos de casa? Sim Não
 6. Fazes pequenos resumos da matéria estudada? Sim Não
 7. Consultas outras obras que não só o manual escolar? Sim Não
 8. Estudas a ver televisão? Sim Não
 9. Costumas estudar apenas nas vésperas dos testes? Sim Não
 10. Antes da entrega dos testes revês todas as respostas? Sim Não
 11. Costumas decorar sem compreender? Sim Não 
12. Dormes pelo menos oito horas por dia? Sim Não
 13. Analisas, com cuidado, os textos, imagens ou gráficos do manual? Sim Não
 14. Relacionas os assuntos/temas que estudaste? Sim Não
 15. Sentes curiosidade em conhecer o passado? Sim Não
 Para saberes o resultado soma os pontos de acordo com a seguinte chave:
 1 ponto por cada resposta SIM
 Nas questões 8, 9 e 11, 1 ponto por cada resposta NÃO 
Resultados:
 Entre 0 a 5 - Não és bom estudante, deves rever os teus métodos de estudo para teres sucesso na disciplina e na escola em geral.
 Entre 6 e 10 - És um estudante razoável, poderias obter melhores resultados na disciplina se organizasses melhor o teu estudo.
 Entre 11 e 15 - És um bom estudante, tens metódos e hábitos de trabalho, bem como gosto pelo estudo da História.
ESTÁS DE PARABÉNS!

Regras essenciais para aprender História!


Para se ter sucesso em qualquer disciplina é preciso estudar, ou mellhor, é preciso"saber estudar", é preciso adquirir o seu próprio método de estudo e de trabalho.
Aqui tens algumas sugestões que poderás aproveitar.
 NA SALA DE AULA não esquecer de....
1. Procura estar atento e participativo;
2. Pergunta ao professor aquilo que não percebeste no momento;
 3. Toma notas das ideias importantes, mesmo que de uma forma esquematizada.
EM CASA após a aula deves...
1. Ler os apontamentos da aula e completá-los com as informações do manual;
2. Elaborar esquemas ou resumos das ideias principais, que te ajudarão a compreender a matéria e a preparar testes de avaliação;
3. Resolver atividades, exercícios ou fichas de trabalho propostos pelo professor ou que se encontrem no caderno do aluno;
4. Tomar nota de todas as dúvidas para esclareceres com o teu professor ou consultando diversa bibliografia na biblioteca;
5. Consultar os motores de busca na internet (google por exemplo), aprofunda os teus conhecimentos ou traz novas informações para a aula. Assim pouparás tempo, aumentas os teus conhecimentos e terás sucesso na escola!

FICHA DIAGNÓSTICA


HISTÓRIA

FICHA DIAGNÓSTICA

NOME: ____________________________________ Ano: __ Turma:__ Nº:__
1.Da seguinte lista de elementos, diz qual te poderá fornecer mais informações de carácter histórico
a)Um jornal actual b) Umas ruínas romanas c)Uma árvore centenária d) Uma casa antiga
2.Explica os motivos da tua escolha; dizendo o que entendes por documento histórico.
_______________________________________________________
3.Ordena cronologicamente os seguintes acontecimentos:
a) Nascimento de Jesus
b) Aparecimento da escrita
c) Fim do teu 7º ano de escolaridade
4. Constrói agora uma barra cronológica e divide-a em séculos ( assinalando o nascimento de Jesus Cristo). Regista nela, cronologicamente, as datas seguintes.
a) 711 b)218 a.C c) 1290 d) 19 a.C e)1348 f) 237 a.C. g)1211 h)1385 i)1375 j)718 k)1000
5. Converte os anos em séculos.
a) 711 ____ b)218 a.C _____c) 1290 _____d) 19 a.C ____e)1348_____ f) 237 a.C.____ __ g)1211 ______h)1385______ i)1375_____ j)718 ______k)1000______
6. Converte os séculos em anos.
XII:_________ a _________
V a.C.:________ a ________
XXII:________ a __________
I :_________ a _________


7. O Mundo é composto pelos seguintes Continentes.
1:______________2_________ _____3________________4______________5____________
8. Portugal é um país que se localiza no Continente ___________________________.
Estás agora um pouco mais preparado para iniciar a nova viagem que te proponho este ano.
Espero que ela seja agradável, produtiva e inesquecível! 

Bom trabalho e bom ano.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

A Europa do século VI a XII

A importância da Igreja Católica no Ocidente europeu
OBJETIVOS
Descrever a importância da Igreja Católica durante as invasões bárbaras;
 Caracterizar o movimento de renovação da religião cristã a partir do século VI;
 Salientar o papel dos mosteiros como difusores da cultura e da preservação das obras da Antiguidade;
 Caracterizar a arte românica na arquitetura, pintura e escultura.
PRESTÍGIO DO CLERO
"A igreja católica é [...] "entregue aos Bárbaros". As missões conseguiram converter os Germanos e os Celtas e o papado deve a sua salvação ao apoio militar do mais poderoso dos príncipes bárbaros. Um Estado pontifício nasceu, as instituições e a cultura do Ocidente tornam-se cristãs. Assim nasce a cristandade medieval. Quando o filho de Pepino o Breve se faz coroar imperador pelo papa, no ano de 800, tem talvez a pretensão de renovar a tradição da antiguidade. De facto, ele é mais um imperador cristão que romano. A igreja recolhe durante o seu reinado os frutos que a sua política e as suas missões no período das invasões lhe poderiam fazer esperar. Sob a influência da Igreja, os imperadores francos procuraram unificar as diferentes regiões do Império e impor uma mesma lei às populações. [...] A diversidade dos costumes, nascida da personalidade das leis, a organização dos grandes domínios cada vez mais independentes, graças à imunidade, o apelo a um protetor, clérigo ou laico, e os laços que se estabelecem entre os príncipes e os que lhe são fiéis são outras tantas estruturas que a época bárbara vê nascer."
RICHÉ, Pierre – As invasões bárbaras. 2.ª Edição. Mem Martins: Publicações Europa-América, 1992. 5601072011342. p. 132-133.

A CRISTIANIZAÇÃO DA EUROPA
São Gregório, por Francisco de Zurbarán.
O papa S. Gregório Magno enviou monges missionários para cristianizar, em geral, os povos "bárbaros". Por exemplo, aos Visigodos enviou S. Leandro de Sevilha; aos Suevos, S. Martinho de Dume; aos povos habitantes da Irlanda, S. Patrício. O batismo do rei Clóvis marcou o início da conversão dos Francos ao cristianismo. O rei serviu de exemplo e foi seguido pelo seu povo: os Francos tornaram-se um dos povos mais cristãos da Europa. Os monges das ordens religiosas, nomeadamente os da Ordem de S. Bento, encarregaram-se de evangelizar as populações que viviam na sua dependência e em redor dos seus mosteiros.



 A organização do clero
 O clero teve uma grande importância na Europa da Alta Idade Média, sobretudo o clero regular, criado após a reforma da Igreja do século VI, que levou ao aparecimento dos primeiros mosteiros. Esta ordem social religiosa tem o Papa como autoridade máxima e divide-se em dois ramos principais: o clero regular e o clero secular.
 O clero regular vive segundo uma regra, ou seja, um conjunto de normas preestabelecidas pelo fundador da ordem religiosa.
Os abades e os mestres eram os superiores dos mosteiros de cada ordem religiosa e por isso constituíam o alto clero.
Os monges e os frades integravam o baixo clero.
 O clero secular é constituído pelos clérigos que vivem e exercem funções junto das populações, como os párocos nas paróquias e os bispos nas dioceses.
No alto clero secular temos os arcebispos e bispos, e no baixo clero estão os párocos.

sexta-feira, 27 de junho de 2014

MENSAGEM DO PROFESSOR

Olá a todos os alunos.
Tenham uma boa aventura através do tempo e do espaço e conheçam povos antigos e não se preocupem a vossa imaginação fará o resto.
Bom ano e saudações históricas
O que é a História?
É o estudo da vida dos homens no passado.
Como se faz a História?
Através dos vestígios deixados… (instrumento, construção, texto escrito...) A estes vestígios chamamos fontes históricas ou documentos históricos.
Como situar os acontecimentos no tempo?

Usando as datas, contadas na nossa civilização a partir do nascimento de Cristo.
Como situar os acontecimentos no espaço?
Recorrendo a mapas
A AVENTURA COMEÇA...
PARA QUE SERVE A HISTÓRIA?



QUESTIONÁRIO
 QUESTÕES:
 1. Estas atento nas aulas? Sim Não
 2. Participas nas aulas? Sim Não
 3. Costumas tirar apontamentos durante as aulas? Sim Não
 4. Costumas colocar dúvidas ao professor? Sim Não
 5. Fazes os trabalhos de casa? Sim Não
 6. Fazes pequenos resumos da matéria estudada? Sim Não
 7. Consultas outras obras que não só o manual escolar? Sim Não
 8. Estudas a ver televisão? Sim Não
 9. Costumas estudar apenas nas vésperas dos testes? Sim Não
 10. Antes da entrega dos testes revês todas as respostas? Sim Não
 11. Costumas decorar sem compreender? Sim Não 
12. Dormes pelo menos oito horas por dia? Sim Não
 13. Analisas, com cuidado, os textos, imagens ou gráficos do manual? Sim Não
 14. Relacionas os assuntos/temas que estudaste? Sim Não
 15. Sentes curiosidade em conhecer o passado? Sim Não
 Para saberes o resultado soma os pontos de acordo com a seguinte chave:
 1 ponto por cada resposta SIM
 Nas questões 8, 9 e 11, 1 ponto por cada resposta NÃO 
Resultados:
 Entre 0 a 5 - Não és bom estudante, deves rever os teus métodos de estudo para teres sucesso na disciplina e na escola em geral.
 Entre 6 e 10 - És um estudante razoável, poderias obter melhores resultados na disciplina se organizasses melhor o teu estudo.
 Entre 11 e 15 - És um bom estudante, tens metódos e hábitos de trabalho, bem como gosto pelo estudo da História.
ESTÁS DE PARABÉNS!

Regras essenciais para aprender História!


Para se ter sucesso em qualquer disciplina é preciso estudar, ou mellhor, é preciso"saber estudar", é preciso adquirir o seu próprio método de estudo e de trabalho.
Aqui tens algumas sugestões que poderás aproveitar.
 NA SALA DE AULA não esquecer de....
1. Procura estar atento e participativo;
2. Pergunta ao professor aquilo que não percebeste no momento;
 3. Toma notas das ideias importantes, mesmo que de uma forma esquematizada.
EM CASA após a aula deves...
1. Ler os apontamentos da aula e completá-los com as informações do manual;
2. Elaborar esquemas ou resumos das ideias principais, que te ajudarão a compreender a matéria e a preparar testes de avaliação;
3. Resolver atividades, exercícios ou fichas de trabalho propostos pelo professor ou que se encontrem no caderno do aluno;
4. Tomar nota de todas as dúvidas para esclareceres com o teu professor ou consultando diversa bibliografia na biblioteca;
5. Consultar os motores de busca na internet (google por exemplo), aprofunda os teus conhecimentos ou traz novas informações para a aula. Assim pouparás tempo, aumentas os teus conhecimentos e terás sucesso na escola!


HISTÓRIA

FICHA DIAGNÓSTICA

NOME: ____________________________________ Ano: __ Turma:__ Nº:__
1.Da seguinte lista de elementos, diz qual te poderá fornecer mais informações de carácter histórico
a)Um jornal actual b) Umas ruínas romanas c)Uma árvore centenária d) Uma casa antiga
2.Explica os motivos da tua escolha; dizendo o que entendes por documento histórico.
_______________________________________________________
3.Ordena cronologicamente os seguintes acontecimentos:
a) Nascimento de Jesus
b) Aparecimento da escrita
c) Fim do teu 7º ano de escolaridade
4. Constrói agora uma barra cronológica e divide-a em séculos ( assinalando o nascimento de Jesus Cristo). Regista nela, cronologicamente, as datas seguintes.
a) 711 b)218 a.C c) 1290 d) 19 a.C e)1348 f) 237 a.C. g)1211 h)1385 i)1375 j)718 k)1000
5. Converte os anos em séculos.
a) 711 ____ b)218 a.C _____c) 1290 _____d) 19 a.C ____e)1348_____ f) 237 a.C.____ __ g)1211 ______h)1385______ i)1375_____ j)718 ______k)1000______
6. Converte os séculos em anos.
XII:_________ a _________
V a.C.:________ a ________
XXII:________ a __________
I :_________ a _________


7. O Mundo é composto pelos seguintes Continentes.
1:______________2_________ _____3________________4______________5____________
8. Portugal é um país que se localiza no Continente ___________________________.
Estás agora um pouco mais preparado para iniciar a nova viagem que te proponho este ano.
Espero que ela seja agradável, produtiva e inesquecível! Bom trabalho e bom ano.

sábado, 28 de agosto de 2010

CONTEXTUALIZAÇÃO

O ser humano, tal como o conhecemos hoje, é o resultado de milhões de anos de evolução e de adaptação ao meio. Os primeiros seres humanos desenvolveram características que os tornaram diferentes e superiores aos outros animais.

Começaram por se alimentar daquilo que a Natureza lhes oferecia, caçando, pescando e recolhendo frutos,ovos e raízes.
Aprenderam a fabricar instrumentos, dominaram o fogo e desenvolveram a linguagem.

Paleolítico: Idade da Pedra lascada

Há cerca de 10.000 anos os seres humanos começaram a produzir os seus alimentos através da agricultura e da pecuária.
Desenvolveram novas técnicas e novos instrumentos, construíram casas e formaram aldeias.

Neolítico: Idade da Pedra polida.

AVENTURA HUMANA

A AVENTURA HUMANA COMEÇA... 

A Origem do Planeta Terra



A Origem do Homem



A EVOLUÇÃO HUMANA






Homo habilis é uma espécie de hominídeo que viveu no princípio do Plistocénico 
Os primeiros fósseis de H. habilis foram descobertos na Suazilândia em 1964 por Louis Leakey e seus colegas. 
Esta espécie é, das pertencentes ao género Homo, a que menos se parece com o H. sapiens, com braços proporcionalmente muito mais longos, cavidade craniana menor e morfologia geral similar aos Australopithecus. 
O H. habilis foi o primeiro a construir e utilizar ferramentas de pedra lascada, o que lhe valeu o nome específico: habilis, o habilidoso . 
Suas ferramentas eram feitas de ossos, madeira, e principalmente a pedra (lascada).
O Paleolítico
Durante todo o período Paleolítico, a humanidade evoluiu muito lentamente. 
Foram alguns milhões de anos em que os objectos fabricados eram ainda muito rudimentares e o modo de vida do Homem muito dependente do meio natural.
 A Economia Recoletora
 Os primeiros hominídeos desenvolveram um modo de vida que tinha a recoleção e a caça como atividades principais. 
No início, a caça limitava-se a pequenos animais, fosse pelos instrumentos rudimentares que usavam fosse pelas dificuldades de comunicação e unidade do grupo. 
A partir do Homo sapiens, a caça passou a ser a principal atividade. 
Realizavam-se grandes caçadas a animais de grande porte como elefantes, rinocerontes, bois, bisontes, cavalos e outros. 
Para isso foram utilizadas diversas armas feitas de pedra, madeira e osso, como flecha, a zagaia, o dardo ou armadilhas engendradas para o efeito. 
Esta economia, em que nada se produz mas apenas se recolhe e consome chama-se economia recoletora.
 A Habitação
No Paleolítico, os Homens eram nómadas, isto é, mudavam frequentemente de lugar em consequência da economia recoletora, já que a sobrevivência do Homem dependia da existência de caça. 
Utilizavam diversos tipos de moradia como cavernas, tendas feitas de pele de animais e cabanas feitas de galhos e folhas de árvores.
 Os instrumentos
Os primeiros instrumentos eram pequenos seixos de pedra quebrados de forma a ficarem com uma face com arestas cortantes. 
Este tipo de instrumentos, chamados seixos lascados e bifaces, eram utensílios que, apesar de simples, exigiam uma técnica cuja aprendizagem e evolução levou milénios. Outro passo importante no fabrico de instrumentos foi quando o Homem passou a aproveitar as lascas que eram libertas da pedra que servia de núcleo central no momento em que era batida. 
Estas lascas ganharam uma importância muito grande para o Homem do Paleolítico já que eram aproveitadas para o fabrico de inúmeros pequenos utensílios como raspadores, pontas de seta, lâminas e buris. 
Para além da pedra eram também trabalhados a madeira e o osso, o chifre e o marfim.
 O Fogo
O domínio do fogo alterou a vida do homem primitivo pois veio permitir-lhe: 
- Aperfeiçoar os instrumentos utilizados na caça e na pesca; 
- Cozinhar os alimentos, até aí comidos crus;
 - Defender-se melhor dos animais que o cercavam ou empurrá-los para os locais pretendidos; 
- Iluminar as cavernas, de que ocasionalmente se servia, através da utilização da gordura dos animais que abatia
 O Vestuário:
 As roupas eram feitas de pele de animais, as mulheres limpavam e curtiam essas peles até deixá-las bem macias. 
Usavam agulha de osso e fios de costura eram tendões, tripas secas ou tirinhas de couro.
 A arte/religião
 Pinturas rupestres são pinturas e desenhos registrados no interior de cavernas, abrigos rochosos e, mesmo ao ar livre. 
São artes do período paleolítico, também chamado de arte parietal e existe no mundo todo, apesar de ser mais abundante na Europa, sobretudo na França (Lascaux) e Espanha (Altamira) 
As pinturas eram executadas a dedo, com um pincel de pelo ou pena e eram utilizados materiais corantes minerais nas cores ocre-amarelo, ocre-vermelho e negro. 
Alem das pinturas rupestres a arte paleolítica também fazia esculturas em osso, pedra e argila, ou seja, uma arte móvel.. 
Essas esculturas representavam as “Vênus” primitivas, eram figuras femininas e também animais.
 Os Historiadores pensam que o facto de pintarem os animais que caçavam se deve ao desenvolverem rituais mágicos para obterem sucessos nas caçadas, situação da qual dependia a sua sobrevivência.

HOMINIZAÇÃO

HOMINIZAÇÃO
HOMINIZAÇÃO

O ser humano é o resultado de uma longa evolução, física, intelectual e social. 
Há cerca de 6 a 4 milhões de anos, um grupo de primatas desenvolveu uma série de transformações físicas que deram origem à espécie Humana.
Os HOMÍNIDEOS (os mais antigos antepassados dos seres humanos) surgiram na África Oriental e do Sul.
TRANSFORMAÇÕES:
-VERTICALIDADE e da BIPEDIA (liberta as mãos que as utiliza para fabricar instrumentos)
-DESENVOLVIMENTO DA MASSA CEREBRAL e da CAIXA CRANIANA (aquisição da inteligência)
-LINGUAGEM ARTICULADA

AUSTRALOPITECUS: Conquista a BIPEDIA e usa o SEIXO QUEBRADO.
HOMO HABILIS: Fabrica e utiliza instrumentos e usa o BÍFACE. 

Constroi os primeiros abrigos para habitar.
HOMO ERECTUS: Domina o FOGO, desenvolve a LINGUAGEM e instala-se em grutas ou em acampamentos ao ar livre.
HOMO SAPIENS: Grande desenvolvimento da inteligência, fabrica instrumentos especializados e primeiros ENTERROS
HOMO SAPIENS SAPIENS: Fabrica instrumentos em lâmina e osso, primeiras manifestações artísticas.

FABRICO DE INSTRUMENTOS

FABRICO DE INSTRUMENTOS
Instumentos de Pedra, Madeira , Osso e Chifre.

O FOGO

O FOGO
O HOMO ERECTUS dominou o fogo há 500.000 ano
FORMAS DE PRODUZIR O FOGO
Fricção de dois paus
Choque de duas pedras
1º- Fricção de dois paus
2º Choque de duas pedras
Vantagens:
1-Aquecer e iluminar os abrigos
2-Cozinhar os alimentos
3-Afastar os animais ferozes
4-Aperfeiçoar o fabrico de instrumentos
5-Desenvolve os laços sociais e a linguagem

PALEOLÍTICO: ARTE RUPESTRE

ARTE NO PALEOLÍTICO
Existem dois tipos de arte:

1-Arte móvel (pequenas estatuetas: Vénus : Simboliza a fecundidade e fertilidade etc)
2-Arte rupestre ou parietal (pinturas e gravuras feitas em rochas quer em grutas quer ao ar livre)(arte mágica: para obter caça)
Principais temas:
Animais de caça; bisontes, cavalos, touros; mãos humanas; e algumas figuras e sinais abstractos.


video
GRUTAS DE LASCAUX

RITOS MÁGICOS

RITOS MÁGICOS
Arqueólogos italianos descobriram túmulos
de mais de 3.000 anos no vale do Swat,
no noroeste do Paquistão,
sugerindo que existiam ritos funerários complexos .

O ser humano tem necessidade de explicar a realidade que o cerca e os mistérios da vida (como o nascimento a morte; o dia a noite etc)
Tentam dominar e perceber o mundo através de ritos mágicos: dançam; mascaram-se; pintam; sacrificam animais para tentarem agradar aos Deuses.
Crença na vida para além da morte levou-os a enterrar os seus mortos com adornos, comida, flores, pintar os corpos e etc.

VIDEOS

A EVOLUÇÃO DA TERRA EM UM MINUTO


Ice Age: Dawn of the Dinosaurs Movie Trailer



NEOLÍTICO

NEOLÍTICO:
AGRICULTURA E PASTORÍCIA
AGRICULTURA E PASTORÍCIA
Há cerca de 10.000 anos verificaram-se grandes alterações climáticas. No Neolítico os seres humanos aprenderam a produzir os seus alimentos (inventaram a agricultura e domesticaram os animais) construíram aldeias e desenvolveram novas técnicas.
 AGRICULTURA: TRIGO; CEVADA; ARROZ; MILHO MIÚDO; SORGO; FEIJÃO
 Primeiro animal domesticado o CÃO
PECUÁRIA: CARNEIRO; CABRA; BOI; PORCO; LAMA; BURRO;CAMELO;OVELHA
A Agricultura surgiu numa região no Próximo Oriente que ficou conhecida por CRESCENTE FÉRTIL.
O Crescente Fértil A agricultura teve o seu berço região do Crescente Fértil, região hoje ocupada, entre outros, pelo Iraque, Irão e Egipto e onde surgiram as primeiras civilizações (os Sumérios, os Assírios e os Egípcios).
Agricultura
A origem destas civilizações está intimamente ligada e em estreita dependência com o aparecimento da agricultura.Os povos semi-nómadas que se fixaram nas margens férteis dos rios Tigre, Eufrates e Nilo, contribuíram para converter esta região na mais rica e próspera da antiguidade e estiveram na génese daquelas primeiras civilizações.
Até então, o homem era caçador-recolector mas já existiam aldeias sedentárias baseadas ainda na caça e na recolha de frutos silvestres, raízes e cereais bravios, os quais predispuseram esses caçadores para a produção alimentar e a criação de gado.Há cerca de 10000 anos ocorreu a transição da caça-recolecção para a recolha dos cereais bravios e há 8000 anos atrás os primeiros povos sedentários estavam já dependentes da cultura dos primeiros cereais e dos primeiros animais domesticados.
Desenvolveu-se, também, uma “tecnologia rudimentar” para a recolha, o processamento e o armazenamento dos alimentos, como por exemplo: foices com lâminas de sílex fixas em cabos de madeira ou osso para colher cereais, cestos para transporte de cereais, almofarizes, pedras de moagem para a debulha e poços de armazenagem subterrâneos.
Atividades artesanais
O aumento da densidade populacional obrigou ao incremento da produção alimentar e vice-versa.
As primeiras culturas domesticadas (trigo, cevada, ervilhas e lentilhas) desenvolveram-se a partir de plantas bravias que revelavam características que motivaram a sua preferência por parte do homem.
Os animais forneciam carne e também, lã, couro e auxílio nas tarefas agrícolas.
Estes factores favoreceram o estilo de vida sedentário face à caça-recolecção, pois a referida selecção de alimentos rapidamente se tornou mais abundante e nutritiva do que a forma de alimentação posto à disposição pelo modo de vida anterior.
 Passaram a praticar uma ECONOMIA DE PRODUÇÃO
 Deixaram de ser NÓMADAS e passaram a ser SEDENTÁRIOS.

INOVAÇÕES TÉCNICAS E NOVAS ACTIVIDADES

INOVAÇÕES TÉCNICAS: NOVAS ACTIVIDADES
INOVAÇÕES TÉCNICAS


CERÂMICA: Recepientes de barro para armazenar cereais e líquidos: Roda do Oleiro
CESTARIA: Cestos feitos de palha, couro,vime, etc, para armazenar e transportar produtos
RODA:
TECELAGEM: Técnica que permite produzir vestuário: Lã, linho e algodão.
MOAGEM: Técnica para produzir farinha para o pão.


RODA: Facilitou o transporte e foi um dos grandes inventos humanos.

ALDEAMENTOS E DIFERENCIAÇÃO SOCIAL


ALDEAMENTOS 
As comunidades passaram a viver junto aos campos que cultivavam, esperavam as colheitas e criavam gado. 
Os seres humanos passaram a ser sedentários. (ver sedentarização)
As casas eram construídas com os materiais que existiam na região. Podiam ser de pedra, madeira, tijolo ou em argila e eram cobertas de colmo.
 Alguns aldeamentos eram rodeados de muralhas para garantirem a segurança das pessoas e dos rebanhos.

DIFERENCIAÇÃO SOCIAL
A garantia de alimento permitiu que algumas pessoas se dedicassem a outras actividades. Iniciou-se a divisão de trabalho. 
Nesta época as pessoas começaram a desenvolver o conceito de propriedade e de acumulação de bens, de riquezas.
Era o que acontecia em alguns grupos com maior prestígio, como os guerreiros, os sacerdotes.


MEGALITISMO

MEGALITISMOPeríodo de tempo no fim do neolítico que se desenvolveu principalmente na Europa que se 
Construções formadas por grandes blocos de pedra.


-MENIRES: Grandes pedras isoladas colocadas ao alto; função funerária e culto ao deuses solares

-ALINHAMENTOS: Grupos de menires colocados em linha ou em filas paralelas; função de culto da Natureza.

-CROMELEQUES: Conjunto de menires colocados em círculo.





-ANTAS ou DÓLMENES: Construções com três ou mais pedras colocadas ao alto e cobertas por grandes lages; função funerária

Anta


CULTOS AGRÁRIOS
Estátua da deusa-mãe 
encontrada em Çatal Hüyük,
 com idade estimada de 7 mil anos.
Deusa-Mãe: Deusa do Neolítico simboliza a Terra, a Fertilidade da mesma a Fecundidade.
Prestam culto às forças da Natureza: Sol, água etc.
Estatuetas, amuletos.

IDADE DOS METAIS: REVOLUÇÃO METALÚRGICA

Revolução metalúrgica

Cobre em Estado Bruto
Há cerca de 9.000 anos produziram-se na Turquia os primeiros objectos de cobre. Depois o ouro, a prata e o bronze (liga de cobre e estanho) e depois o ferro. A técnica de fusão surgiu há cerca de 8.500 anos no Médio Oriente e depois espalhou-se pela Europa.


Construíram fornos onde os minérios eram aquecidos a altas temperaturas que entrava em fusão e era vertido em moldes. Quando arrefecia ficava com a forma do molde.


As armas e utensílios de metal garantiram a superioridade das comunidades que os usavam.
Molde
Possuir metal passou a ser sinónimo de riqueza e poder.






FIM DA PRÉ-HISTÓRIA e INÍCIO DA IDADE ANTIGA-HISTÓRIA

LITERATURA

LITERATURA




VIDEO

10.000 A.C.

FICHA DE AVALIAÇÃO

PALEOLÍTICO
Observa a figura e lê o texto



Texto
" Os primeiros seres humanos tinham de caçar, pescar e recolher da Natureza tudo o que necessitavam para sobreviverem. Na sua luta para controlarem as forças da Natureza aprenderam a dominar o fogo e construíram abrigos."
1. Define Hominização.
2. Indica a região do planeta onde surgiram os primeiros homínideos.
3. Refere as características que tornaram o ser humano diferente dos outros primatas.
4. Completa os espaços em branco indicando as conquistas de cada um dos homínideos.
HOMO HABILIS
_________________________________________________
HOMO ERECTUS
_________________________________________________
HOMO SAPIENS
_________________________________________________
HOMO SAPIENS SAPIENS
_________________________________________________
5. Completa os espaços indicando as vantagens que o domínio do fogo trouxe para a vida dos seres humanos.
1_____________________ 2___________________3___________________
4_____________________5___________________6___________________
6. Identifica as principais actividades dos seres humanos no Paleolítico.
7. Identifica os tipos de arte no Paleolítico.
1_____________________________ 2_______________________________
8. Refere os principais temas da arte Paleolítica.
NEOLÍTICO
Observa a figura e lê o texto

Texto
"Há cerca de 12 mil anos verificaram-se alterações climáticas que favoreceram a prática da agricultura e a domesticação de animais. Estas actividades trouxeram muitas transformações no modo de vida dos seres humanos."
1.Indica a região onde se praticou a agricultura pela primeira vez.
____________________________________________________________________________

2. Define "Crescente Fértil"
_____________________________________________________________________________

3.Comenta a afirmação:" A prática da agricultura e da pastorícia representou um passo decisivo para a transformação do modo de vida dos seres humanos."
_________________________________________________________________________________

4. Assinala com V as afirmações verdadeiras e com F as falsas.
1.___ A domesticação de animais surgiu na região do Crescente Fértil.
2.___ O cavalo foi o primeiro animal a ser domesticado pelos humanos.
3.___ Para domesticar os humanos os animais prenderam-nos em cercas.
4.___ Quando os humanos aprenderam a domesticar os animais deixaram de praticar a caça.

5. Completa o texto.
"Durante o período do Neolítico os humanos começaram a praticar uma economia ___________, baseada na ______________ e na ________________. A partir do momento em que os seres humanos produziram os seus alimentos puderam permanecer mais tempo no mesmo local, assim, deixaram de ser _________________ e passaram a ser____________________. "

6. Indica os instrumentos que surgiram para apoiar a prática da agricultura.
_____________________________________________________________________________

7. Identifica as actividades que surgiram no Neolítico.
A_____________
B_____________
C_____________
D_____________

8. Avalia a importância da invenção da roda na vida dos seres humanos.
" A invenção da roda é um dos principais acontecimentos da história da Humanidade, uma vez que a sua aplicação aos meios de transporte revolucionou o modo de viajar.(...)
Parece que a introdução da roda se ficou a dever aos Sumérios, povo que vivia no actual Iraque, por volta de 3.500 a.C."
Giovanni di Pascuale, História da Ciência e da Tecnologia, vol.20, Hiperlivro

9. Descreve as habitações do período neolítico.

10.Indica as constuções megalíticas.
1___________________________________
2___________________________________
3___________________________________
4___________________________________


11. Explica a utilização que era dada às construções megalíticas.
1___________________________________
2___________________________________
3___________________________________
4___________________________________
12. Comenta a afirmação: " No Neolítico a deusa-mãe continuou a ser divindade mais adorada."

CONTEXTUALIZAÇÃO

Há cerca de 5 000 anos surgiram as primeiras civilizações da História, numa região chamada Crescente Fértil, devido à fertilidade das suas terras.
As primeiras civilizações ficaram conhecidas por Civilizações dos Grandes Rios, porque se desenvolveram próximo de importantes rios: a SUMÉRIA junto aos rios Tigre e Eufrates; o EGIPTO junto ao rio Nilo; a Civilização do VALE DO INDO próximo do rio Indo e a Civilização do RIO AMARELO junto ao rio Amarelo.Destas escolhemos a Civilização Egípcia.Por volta de 2 000 a.C. desenvolveram-se outras civilizações na região do Mediterrâneo Oriental. Foi o caso das civilizações HEBRAICA e FENÍCIA, as quais deixaram importantes heranças para a cultura ocidental.
Por Civilização podemos entender um conjunto de formas de vida, de costumes, de crenças, de instituições e de realizações técnicas e culturais que são comuns a uma determinada sociedade humana e a caracterizam. Assim, falamos da civilização chinesa, da civilização egípcia, da civilização suméria....

REVOLUÇÃO URBANA

As primeiras cidades, a estratificação social
e o aparecimento do Estado
REVOLUÇÃO URBANA
As aldeias neolíticas cresceram, transformaram-se em aglomerações urbanas. 

As cidades passaram a ser os centros da economia, ali se realizava o mercado, ali se localizavam os templos e o palácio do chefe.
Divisão do trabalho, a riqueza de cada um e a função que exercia levaram à formação de uma 
SOCIEDADE ESTRATIFICADA.

UMA SOCIEDADE HIERÁRQUICA E ESTRATIFICADA

SOCIEDADE
1.Rei
2.Sacerdotes
3.Guerreiros
4.Altos funcionários
5.Comerciantes
6.Artesãos
7.Camponeses
8.Escravos
O Chefe tinha um poder sacralizado " era rei e deus ao mesmo tempo".
A administração das cidades era complexa-controlar as trocas comerciais-administrar o palácio e o templo- isso levou ao desenvolvimento de formas de cálculo e à invenção da escrita e surgiu um novo grupo social os Escribas (os que sabem escrever).
A invenção da escrita foi de tal forma importante que marca a passagem da Pré-História para a História.

CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA

CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA 
CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA
3200 AC - 1100 AC

Situado no nordeste da África, numa região conhecida como Delta do Nilo, o Egipto foi uma das maiores civilizações de toda a Idade Antiga. 

Sem dúvida, a existência do rio Nilo foi de suma importância para o desenvolvimento da civilização egípcia, visto que esses povos habitavam uma área desértica e de clima seco. 
Foi por causa da existência do rio que os egípcios puderam tornar a terra propícia para o desenvolvimento da agricultura. Por isso, o historiador grego Heródoto disse uma celebre frase: “O Egipto é um presente do Nilo”.
O Egipto foi palco do surgimento de uma das civilizações que merecem destaque na história da antiguidade.

 Os avanços tecnológicos alcançados por esta civilização podem ser conferidos em suas mais arrebatadoras obras arquitetónicas realizadas, as pirâmides, gigantescas tumbas destinadas aos faraós, cuja construção deve ter iniciado por volta do ano de 2.700 a. C. Após suas mortes, os corpos dos faraós eram embalsamados e sepultados no interior das pirâmides. 
Os egípcios possuíam a crença da vida após a morte, o que explica o grande cuidado na conservação dos corpos dos seus governantes. 
Por outro lado, as técnicas de irrigação eram avançadas para sua época: já era empregada a técnica de irrigação através da canalização das águas do rio.
 Também eram aproveitadas as cheias periódicas do rio Nilo: com o alagamento e esvaziamento periódicos, as terras referentes às margens do rio tornavam-se bastante férteis e produtivas.
A estrutura da sociedade egípcia era altamente rígida. 

No topo estava o faraó, seguido de sacerdotes, nobres e funcionários reais. 
Nas camadas baixas estavam os artesãos, camponeses e por último, os escravos.
Durante milhares de anos, vários grupos de pessoas de diversas origens foram se fixando nas proximidades do Nilo, cultivando plantas e domesticando animais. 

À medida que esses grupos foram crescendo, se aliaram entre si, fundando unidades administrativas independente (nomos). 
Os nomos começaram a disputar entre si o controle das terras, até que, após vários conflitos, foram formados dois reinos: o Baixo e o Alto Egipto. 
Aproximadamente no ano de 3200 a.C, o rei do Alto Egito, Menés, conquistou o Baixo Egipto, unificando os dois reinos e se tornando, portanto, o primeiro faraó da história do Egito. 
O faraó representava mais do que um simples rei, ela era visto como a encarnação do próprio deus, ou seja, o faraó era um deus, exercendo a função de chefe administrativo, militar, juiz supremo e sumo sacerdote.
Os egípcios deixaram vários legados para a humanidade. 

A começar pelo calendário de 365 dias e a divisão do dia em 24 horas.

EGIPTO:RELIGIÃO POLITEÍSTA

POLITEÍSMO

Os egípcios eram um povo muito religioso, o mais religioso de entre todos os povos de acordo com as palavras de Heródoto. 
Eram politeístas porque acreditavam em vários deuses.Os deuses mais adorados eram Hórus, Amon-rá,Ósiris e Ísis.
Os egípcios representavam os deuses com formas de animais ou formas humanas. 
Outras vezes combinavam as duas formas.
Os Egípcios, tal como os outros povos da Antiguidade, eram extremamente religiosos. 
Adoravam muitos deuses, isto é, eram politeístas. 
Cada região tinha os seus deuses, mas alguns eram adorados em todo o Egipto, como Osíris e Ísis (deuses ligados à fer­tilidade e fecundidade da terra e ao culto dos mortos), o deus-falcão Hórus (protector dos faraós, particularmente adorado durante o Império Antigo) e Ámon-Rá (o deus-Sol).
Relacionado com o culto dos deuses, estava o culto dos mortos. 
Como acreditavam na vida de além-túmulo, os egípcios criaram complicadas técnicas de embalsamamento dos cadáveres pois também acreditavam na reencarnação das almas. Por essa razão os corpos precisavam de estar intactos (mumificados) e para a alma reconhecer o corpo que habitara, desenhavam o mais fiel possível na tampa do sarcófago o rosto do morto que lá estava depositado.No século XIV a.c., no reinado de Amenófis IV (c. 1377/1359 a.c.), o politeísmo egípcio foi temporariamente abolido e imposto o culto a um único deus - Áton, que simbolizava o Sol. 
Contudo, logo após a morte do faraó, regressou-se ao culto dos deuses tradicionais, ou seja, ao politeísmo.

A LENDA DE ISIS E OSIRIS

A LENDA DE ISIS E OSIRIS

A LENDA DE ISIS E OSIRIS

Conta a lenda que Seth com inveja de Osiris, por este ter herdado o reino do pai na terra, engendrou um plano para matá-lo e assim usurpar o poder. 
Quando Osiris dormia, Seth tirou suas medidas e ajudado por 72 conspiradores, mandou construir um esquife com as medidas exatas de Osiris. 
Organizou um banquete e lançou um desafio, aquele que coubesse no esquife o ganharia de presente. Todos os deuses entraram e não se ajustaram
.Assim que Osiris entrou no esquife, Seth o trancou e mandou jogá-lo no rio, a correnteza o levou até a Fenícia. 
Ali ficou preso em uma planta até fazer parte do caule, que foi usado para construir uma coluna o "Djed".Isis partiu em busca do esposo, e após muitas aventuras, conseguiu regressar ao Egito com a caixa, que escondeu em uma plantação de papiro. 
Seth a descobriu e cortou o corpo de Osiris em quatorze pedaços, que espalhou pelo Egito. Novamente Isis parte em busca dos despojos do esposo e dessa vez ajudada pela irmã Néftis, transformadas em milhafres (espécie de ave de rapina, semelhante ao abutre), encontram todas as partes de Osiris, exceto o órgão genital, que havia sido devorada por um peixe o Oxirincos.Isis foi ajudada por Anubis que embalsamou Osiris, e este tornou-se a primeira múmia do Egipto.
Utilizando seus poderes mágicos, Isis, conseguiu que Osiris a fecundasse e dessa união nasceu Horus.Seth iniciou uma luta pelo poder que envolveu todos os deuses. 
Por fim o próprio Osiris a partir do outro mundo, ameaçou mandar levantar todos os mortos se não fosse feita a justiça.
Rá e um tribunal de deuses estabeleceram que a sucessão fosse hereditária, e assim, Hórus pôde reinar.
Dessa maneira o Faraó em vida convertia-se em Hórus e ao morrer identificava-se com Osiris, o soberano do Além, considerando-se igual ao deus.